sexta-feira, 21 de novembro de 2008

Opaca



E,
Ágil... é em (ti) infinito.
Na mais ampla imaginação,
(Ah...)
Sussurante... (de) fecunda seiva!
De (suas) dunas exilado!

Poisando ... (como) gaivota num mastro!
É (tua) sorte, morfina de macho...
(Na...)
Concha irizada,
Caudelosa,
De musgo (és ) consumido...
(Re)nasces na vulva...
Como Homem!

(E)
Tudo é ardendemente t(meu)!
Numa levada, que me acende e me consome,
Num largo freixo que é m(teu)!

*foto retirada da net

1 comentário:

VFS disse...

Ah! as chamas azuis do desejo ...