quarta-feira, 28 de outubro de 2009

Amar! Amar!



Eu,
hei-de voar mais alto
que as estrelas,
Abraçar o mundo
com meus braços,
Rasgar infinitos
em amplas janelas...
Caminhar,
muito no Além dos espaços !

Perder-me em infìmos
e mágicos matagais,
Onde os lobos uivam
á noite gritos infernais !...
Sombras,
no verde dos olivais ,
Cantar dos teus olhos,
no gorjeio dos pardais !

Eu e Tu!
suspirando gritos! ...
(Vagas enamoradas)
flutuam ao som do vento .
Palácios e estrelas,
ao longe os infinitos!...
Juntos...
Sempre!
Em pensamento!...

1 comentário:

Um Olhar disse...

Como é bom quando encontramos palavras perfeitas para um amor assim, como é bom quando o nosso versejar encontra a magia do amor.
Lindo este teu sentimento traduzido em palavras.

Bjo muito doce,
Fatima