terça-feira, 2 de dezembro de 2008

Belo Calcado



Belo,
Do mel o favo estala...

Belo,
O teu olhar, que em nada se iguala...

Belo,
Bafo brando, que mareia as searas amarelas...

Belo
Caminho tulmutuoso das centelhas ...

Belo,
O sabor das trevas desabrochadas...

Belo
Despertar constante das rosas exaladas...

* foto retirada da net

3 comentários:

Mari disse...

Olá... gostei muito do seu blog,
aliás temos muitas semelhanças no uso das palavras.
sucesso!

Maria Liberdade Oliveira dos Santos disse...

Expressões e sentimentos belos:)
Abraços

Vanda Paz disse...

Gosto de te ler e gostei muito deste espaço

Beijinho

Vanda Paz